algodao_fardos_rosa_outubro_rosa
Foto: Agrolink
04/10/2019 16:40 • Notícias
Empresas do agro apoiam o Outubro Rosa

Ações buscam conscientizar para a importância da prevenção ao câncer de mama

O mês de outubro marca, desde a década de 90, o movimento internacional de conscientização para o controle do câncer de mama. Todos os anos entidades e empresas desenvolvem campanhas com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença; proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

O agronegócio, setor onde cada vez mais as mulheres se fazem presentes em protagonismo e em presença feminina no campo em atividades diversas não ficou de fora. Na Bahia e no Mato Grosso a campanha ‘Algodão pela Vida, nós vestimos essa causa’ está presente nas principais cidades produtoras de algodão como Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, no Oeste baiano, e nos municípios mato-grossenses de Primavera do Leste, Campo Verde, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Sapezal e Campo Novo do Parecis.

Fardos cor de rosa

A parceria entre a Tama Brasil, empresa detentora da tecnologia para enfardamento do algodão, a SLC Agrícola, uma das maiores produtoras mundiais de grãos e fibras, focada na produção de algodão, soja e milho, e a Scheffer, empresa brasileira produtora de algodão, soja e milho, surgiu como um projeto de responsabilidade social em comum.

Estão expostos enormes fardos de algodão na cor rosa, para lembrar a população sobre a necessidade de prevenção do câncer de mama. A iniciativa alerta mulheres a partir dos 40 anos para fazerem o autoexame, buscarem exames médicos preventivos para detecção precoce da doença. Nesse estágio a cura chega a 95%.

Lenços do agro

O 4° Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio, que acontece nos dias 8 e 9 de outubro, vai receber a campanha Lenços do Agro. No local serão arrecadados lenços que serão doados, posterirormente, para mulheres que estão em tratamento. A meta é conseguir doações que sejam repassadas para centros de tratamento de todos os estados do Brasil. As doadoras também podem deixar mensagens de incentivo para as que estão em busca da cura do câncer. O evento acontece no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

“Quando os cabelos caem é a hora mais difícil para a maioria das mulheres e, com a baixa autoestima o processo se torna mais doloroso. Algumas inclusive entram em depressão, são abandonadas pelos parceiros, perdem empregos e se afastam da família”, afirma Andrea Cordeiro, diretora comercial do Grupo Labhoro e idealizadora do Mulheres do Agronegócio Brasil e da Campanha Lenços do Agro, que em 2018 arrecadou 500 peças em todo o país.

Vestir rosa

Todas as sextas-feiras os colaboradores da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), vestem rosa. A iniciativa também alerta para o cuidado e prevenção da doença. Nas redes sociais também há postagens que trazem recomendações de saúde além de palestras com pessoas que tiveram câncer de mama e superaram. Através do programa Agrosolidário, a Aprosoja-MT faz chegar aos pacientes do Hospital de Câncer de Cuiabá cerca de 54.400 litros de bebida de soja por ano, alimento com valor nutricional que contribui para sua recuperação. O produto também é entregue em outras 73 instituições existentes em mais de 30 cidades de Mato Grosso, para crianças, idosos e enfermos.

“Estamos sempre engajados em campanhas para promover a saúde, até porque atuamos na produção de alimentos, fonte da vida. Fora isso, nosso projeto Agrosolidário existe exatamente para ser o braço social da entidade, inclusive com o envolvimento de seus colaboradores, para distribuição da bebida da soja e outras ações de voluntariado. Contra o câncer, não poderia ser diferente”, comenta a gerente administrativa da Aprosoja-MT, Gisele Lima.

Fonte: Agrolink