julio_cesar_busato
25/11/2021 15:35 • Notícias
Documentário mostra a expansão do algodão no Brasil

A trajetória da cotonicultura brasileira é contada pelas famílias de produtores em um documentário produzido pelo grupo FMC. Lançado no dia 18 deste mês, o projeto "Colhendo Histórias" reúne depoimentos de 26 cotonicultores e seus familiares, que respondem por 60% da área de plantio do país e são responsáveis pelo abastecimento de 25% do mercado interno e 75% das exportações de algodão.

O "Colhendo Histórias" mostra a relação dos cotonicultores e suas famílias com a terra, resgatando os desafios para estabelecer a cultura nas diversas geografias do país, os casos e dificuldades enfrentados ao longo de décadas, o trabalho conjunto de pais, filhos, netos e bisnetos e o segredo para o sucesso na atividade.

"Nossas histórias são muito similares, de trabalho, dedicação, criatividade, teimosia e união. Não sabíamos que era impossível plantar no Cerrado, fomos lá e fizemos", resume o presidente da Abrapa, Júlio Cézar Busato.  "Em pouco mais de 30 anos, passamos de grande importador para quarto maior produtor e segundo maior exportador mundial. Hoje, sabemos que é possível nos tornarmos os maiores produtores de algodão do mundo", conclui.

De acordo com o Diretor de Negócios Brasil da FMC, Marcelo Magurn, o "Colhendo Histórias" é uma homenagem e reconhecimento às pessoas que estão escrevendo a história do algodão no país. "Antes de ser cotonicultores, são empreendedores e contribuem para uma agricultura mais sustentável, geram empregos e entregam para o mercado interno e externo uma fibra de qualidade, produzida de maneira responsável", afirma.

A Abrapa auxiliou tanto na sugestão de temas quanto no suporte de dados e momentos históricos da cotonicultura. O conteúdo será disponibilizado na página https://fmcagricola.com.br/algodao/, para que qualquer pessoa possa assistir aos depoimentos.

Fonte: Abrapa